SINDICATO DOS AUDITORES FISCAIS DA RECEITA ESTADUAL DO RIO DE JANEIRO

ÁREA RESTRITA

|

Decreto do governo do RJ indica destino de parte dos R$ 14 bilhões arrecadados com venda da Cedae

Add To Any

Um decreto do governador Cláudio Castro (PL) determinou o destino de parte dos R$ 14 bilhões obtidos pelo estado com o leilão da Companhia Estadual de Águas e Esgotos do Rio de Janeiro (Cedae).

O maior investimento é na execução do novo plano de saneamento do estado, com R$ 331 milhões. Obras de infraestrutura receberão R$ 74 milhões.

A recuperação da Região Serrana terá R$ 27 milhões, enquanto outros R$ 20 milhões vão para unidades do Poupa Tempo.

A Polícia Militar terá R$ 15 milhões para gestão da frota e R$ 7 milhões para a parte operacional.

O plano de investimentos com parte do dinheiro obtido com o leilão foi denominado Pacto RJ. Serão 11 projetos de infraestrutura, como a retomada do teleférico do Alemão.

Estão previstos ainda um corredor de BRT em São Gonçalo, uma linha de metrô de superfície na Baixada, construção de escolas e ampliação dos programas de segurança de proximidade.

O Portal da Transparência do Pacto RJ só começa a funcionar na semana que vem, detalhando a destinação das verbas.

No decreto publicado nesta quarta-feira (8) não há verba prevista para Educação ou Saúde. Em compensação, a subsecretaria militar, responsável pela segurança do governador e pelos palácios do governo, vai receber R$ 3,6 milhões.

A pasta é responsável pela segurança do governador e dos palácios do governo. Desse valor, quase R$ 2 milhões são para manutenção das aeronaves.

Durante o leilão do saneamento, o lote três encalhou. A venda do bloco está programada para a segunda quinzena de dezembro.

G1 RJ

 

Fontes de Notícias :