SINDICATO DOS AUDITORES FISCAIS DA RECEITA ESTADUAL DO RIO DE JANEIRO

ÁREA RESTRITA

|

Sangue vira senha única no Bradesco

Biometria já está em todas as agências e dispensa código numérico

O Bradesco anunciou ontem que seus clientes já podem utilizar o sistema biométrico de leitura da palma da mão como única senha para fazer transações bancárias em toda a rede de autoatendimento Dia e Noite. Os equipamentos fazem uso da corrente sanguínea do correntista, previamente cadastrada, como código identificador do usuário para acessar as máquinas do caixa eletrônico.
A iniciativa, segundo o banco, “facilita o acesso de seus clientes aos terminais de autoatendimento, aliando segurança, comodidade e praticidade para a realização de transações bancárias no canal”, explicou a instituição financeira em comunicado.

O uso exclusivo da biometria como senha é uma opção que o cliente pode fazer no momento em que vai utilizar os equipamentos da rede bancária, que exibem uma mensagem explicando como é possível aderir ao sistema.
Mais de 5 milhões de clientes do Bradesco já usam a leitura biométrica nas transações, mas era necessário digitar a senha de seis algarismos, agora dispensável. O sistema de biometria está instalado em todas as 3.672 agências e em pontos externos da rede de autoatendimento Bradesco em todo o País.

Tecnologia de ponta e inédita
Usados na identificação criminal e no controle de acesso, entre outras finalidades, os sistemas biométricos podem se basear em características de partes do corpo, como olhos, palma da mão, digitais, retina ou íris dos olhos. No Bradesco, o recurso adotado é a leitura das veias da palma da mão. O sistema funciona como scanner que captura a imagem do padrão vascular dessa parte do corpo. O banco é pioneiro e a única instituição financeira a dispensar a senha numérica nas máquinas de autoatendimento.

Servidor estadual: Novas contas terão o sistema
Quando os 420 mil servidores estaduais ativos, inativos e pensionistas passarem a receber pelo Bradesco, a partir de janeiro de 2012, eles já contarão com o acesso a suas contas-salários por meio do novo sistema de controle. Os funcionários deverão migrar, obrigatoriamente, do Itaú para o Bradesco. Mas o encerramento da conta deverá ser feito pessoalmente. O salário de dezembro, pago em janeiro, ainda será creditado pelo Itaú. Não se sabe ainda quando ocorrerá a migração do sistema entre os bancos.

13/07/2011

 

Fontes de Notícias :