SINDICATO DOS AUDITORES FISCAIS DA RECEITA ESTADUAL DO RIO DE JANEIRO

ÁREA RESTRITA

|

Proposta orçamentária prevê 124.757 oportunidades em concursos para o ano que vem

O Projeto da Lei Orçamentária Anual (Ploa) para 2013, entregue ontem ao Congresso, é animador para os candidatos a concursos públicos. Ao todo, estão previstas 124.757 oportunidades para o ano que vem, sendo 63.075 em cargos que serão criados e 61.682 em postos que a serem preenchidos por candidatos já aprovados. No que diz respeito ao Legislativo, o Tribunal de Contas da União (TCU) deve abrir 244 chances. No Executivo, o total chega a 103.285, de acordo com o texto.

Confira onde estão as chances: ministérios da Justiça (829); Integração Nacional, Sudam, Sudene e Dnit (344); Saúde (118); Fazenda, Banco Central (72); Ciência e Tecnologia (166); Defesa (100) e Educação (1.726), entre outras oportunidades.

Das 13.720 vagas que serão criadas e preenchidas no Poder Judiciário, 3.854 serão destinadas à Justiça Federal e 5.559 à Justiça do Trabalho. O Ministério Público da União (MPU) deverá criar e preencher, em 2013, 6.716 vagas, diz o texto da proposta. A previsão de gastos com a criação de cargos e substituição de terceirizados, segundo o Projeto de Lei Orçamentária 2013, é de R$ 2,6 bilhões.
A proposta é ainda maior que a aprovada para 2012, quando o governo federal previu a criação e a ocupação de 111.729 vagas em concursos públicos. Só no Executivo, foram 107.382 chances. Para o Legislativo estavam previstas 72, para o Judiciário, 3.699, e para o Ministério Público da União, 576.

31/08/2012 - COLUNA CONCURSOS & EMPREGOS
 

 

Fontes de Notícias :