SINDICATO DOS AUDITORES FISCAIS DA RECEITA ESTADUAL DO RIO DE JANEIRO

ÁREA RESTRITA

|

PMDB do Rio arrecada mais que todos os partidos juntos

Prestação de contas ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) mostra que o partido no estado arrecadou R$ 22,3 milhões. O que menos conseguiu dinheiro foi o PSTU: desde o início da campanha eleitoral, só recebeu R$ 8.160,00.

O PMDB foi o partido que mais arrecadou recursos para a campanha eleitoral no Rio. A legenda do governador Sérgio Cabral recebeu em doações mais do que todos os outros partidos juntos. A arrecadação total do PMDB foi de R$ 22,3 milhões, sendo R$ 16,5 milhões do comitê partidário e R$ 5,8 milhões da direção regional. Os dados não levam em conta os R$ 10,4 milhões declarados pelo governador, que também foi maior que de todos os candidatos juntos.

Os peemedebistas arrecadaram R$ 6 milhões (36,9%) a mais do que a soma dos recursos obtidos pelos outros 15 partidos que apresentaram a segunda prestação de contas parcial à Justiça Eleitoral esta semana. A maior parte da receita do PMDB veio de doações de pessoas jurídicas (R$ 14,4 milhões). Os peemedebistas gastaram até agora R$ 12,6 milhões, quase tudo (R$ 11,6 milhões) em doações a comitês de candidatos ou de partidos aliados.

O PP, aliado do PMDB, foi o segundo maior arrecadador. O partido obteve R$ 4,6 milhões, sendo R$ 2,3 milhões pelo comitê único e R$ R$ 2,2 milhões pela direção partidária. O PT, outro aliado dos peemedebistas, foi o terceiro colocado. O comitê petista obteve R$ 2,5 milhões em doações.
Logo após vem outro integrante da coligação que apoia a reeleição de Sérgio Cabral: o PSC. O partido conseguiu até agora R$ 1,7 milhão de recursos para a campanha.

Adversário de Cabral, o PSDB aparece na quinta posição. Os tucanos arrecadaram o total de R$ 1,2 milhão, sendo R$ 785 mil pela direção partidária e R$ 505 mil pelo comitê único. Os partidos que menos arrecadaram foram PSOL, PSL e PSTU. Cada um obteve menos de R$ 100 mil para a campanha até agora. O PSOL declarou receitas de R$ 42,2 mil e despesas de R$ 32 mil. O PSL recebeu R$ 25 mil e gastou R$ 23,4 mil. Já o PSTU declarou receita de apenas R$ 8,1 mil de doações e despesas de R$ 7,9 mil, toda em materiais impressos. DEM, PCB, PHS, PMN, PRTB, PSDC, PTdoB, PTC e PTN apresentaram saldo zero de receitas e despesas para seus comitês.
 

08/09/2010

Fontes de Notícias :