SINDICATO DOS AUDITORES FISCAIS DA RECEITA ESTADUAL DO RIO DE JANEIRO

ÁREA RESTRITA

|

Lula encerra comício no Rio

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva participará de um comício ao lado de sua candidata Dilma Rousseff amanhã, no Rio. Será a primeira participação do presidente na campanha após seu início oficial. Lula estará em São Paulo e seguirá para o Rio no início da noite. Dilma fará uma caminhada pelo centro da cidade até o local do comício, na Cinelândia. Do ato também participará o governador do Rio e candidato à reeleição, Sérgio Cabral (PMDB-RJ).

Dilma segue privilegiando as regiões Sudeste e Sul. No fim de semana poderá participar de outro ato ao lado de Lula, na cidade paulista de Jales. Além de Rio, São Paulo e Minas, ela deve ir ao Espírito Santo no fim do mês. Ontem à noite, esteve em um jantar em Curitiba, ao lado do candidato ao governo Osmar Dias (PDT) e da candidata ao Senado, Gleisi Hoffmann (PT). Dilma ainda não havia visitado o Estado, à espera de uma definição sobre o palanque político ao governo local.

O PT começa a demonstrar preocupação com a resistência física da candidata. Para evitar o cansaço excessivo e tumultos naturais em uma caminhada política, a legenda estuda a possibilidade de alugar um jipe para que Dilma participe de alguns eventos, limitando-se apenas a acenar para o eleitorado. De acordo com o presidente nacional do PT, José Eduardo Dutra (SE), a justificativa é outra. "No meio da multidão, cercada de cinegrafistas, ninguém consegue ver a Dilma. Em um jipinho ela poderá ser vista por todos aqueles que participarem do ato", explicou.

Mais do que o contato direto com o eleitorado, Dilma comemorou o apoio maciço dos aliados e a participação direta dos principais líderes políticos em dois eventos recentes: a inauguração do comitê da campanha e jantar na residência do deputado Eunício Oliveira (PMDB-CE), ambos em Brasília na terça.
No primeiro, um palanque composto por todos os líderes e presidentes de partidos que darão apoio a Dilma - formal ou informal. No segundo, mais de 260 deputados, cerca de 20 senadores, prefeitos de capital e governadores de quatro estados, em pleno recesso parlamentar de julho e com as campanhas locais começando a se intensificar. "Foi uma fila de gente querendo tirar foto ao lado de Dilma e do vice, Michel Temer (PMDB-SP)", confirmou o deputado Nelson Meurer (PP-SC).

O que mais surpreendeu os presentes no jantar foi a nova fase de Dilma, que parece, segundo o líder do PTB na Câmara, Jovair Arantes (GO), estar começando a adequar o discurso. "Estávamos todos com medo do conhecido tecnicismo da Dilma. Mas ela está ficando craque, aprendendo a falar também a linguagem política", elogiou Jovair.

Dilma massageou o ego dos parlamentares, ao afirmar que sua gestão será conduzida em parceria com o Legislativo. "Eu vou sempre ouvir e consultar tanto o Congresso Nacional quanto a classe política brasileira", prometeu. Dilma também convocou os parlamentares para a campanha. "Vocês serão o meu exército na luta para conseguir vencer as eleições de outubro", afirmou Dilma.

15/07/2010

Fontes de Notícias :