SINDICATO DOS AUDITORES FISCAIS DA RECEITA ESTADUAL DO RIO DE JANEIRO

ÁREA RESTRITA

|

GESTORES E SINFRERJ DEBATEM CRISE ECONÔMICA

Add To Any

O aprofundamento da crise econômica e política do Estado do Rio de Janeiro motivou uma reunião de um grupo de titulares de repartições fiscais com diretores do Sinfrerj. A reunião, realizada na sede do Sinfrerj no dia 23 de novembro, teve como pauta a avaliação do cenário político e discussão do posicionamento institucional e corporativo das lideranças da categoria.

A diretoria do Sinfrerj marcou presença com Geraldo Vila Forte, Pedro Diniz, Alexandre Mello e Ricardo Brand. Os gestores, por sua vez, foram representados por Fernando Komatsu (Inteligência); Carlos Eduardo Fortunato (AFE-04); Ricardo Marinho B. Simão (AFR - Sul); Alex Rabelo (SAR); Flávio do Cabo (AFE 08); José Eduardo Lopes (AFR - 049); Márcio Nolasco (AFR 24.01) e Marcelo Rodrigues (AFE 03).

A primeira questão debatida foi o posicionamento do Sindicato e dos gestores em relação a eventuais movimentos paredistas eventualmente propostos pela base ou por representações classistas internas ou externas à Sefaz. Foi consenso do grupo a necessidade de proceder uma avaliação conjunta dessas hipóteses com o objetivo de definir estratégias e ações a serem apresentadas oportunamente à classe e administração. Deliberou-se, então, o agendamento de uma reunião no Sinfrerj, no dia 30/11, com a presença da diretoria do Sinfrerj e dos gestores da Sefaz. 

O segundo consenso dos presentes foi a urgência de que os Auditores Fiscais contribuam com propostas no âmbito da Administração Tributária capazes de promover aumento da arrecadação e controle dos benefícios fiscais. Decidiu-se pela união de esforços de gestores e Sindicato, por meio do  grupo que atualmente discute emendas aos projetos do "Pacotão", na formulação de tais propostas. Como estratégia, ficou decidido pela diretriz de encaminhar o produto de tal esforço pelos canais competentes da Sefaz.