SINDICATO DOS AUDITORES FISCAIS DA RECEITA ESTADUAL DO RIO DE JANEIRO

ÁREA RESTRITA

|

Relembrando

O presidente da Alerj, Jorge Picciani (MDB), e os deputados Paulo Melo (MDB) e Edson Albertassi (MDB) foram presos preventivamente no dia 16 de novembro. Um dia depois, a Alerj votou pela soltura dos parlamentares, que deixaram a prisão sem que houvesse ordem judicial. No dia 21, o trio retornou à cadeia. E lá permanece até hoje.

Perícia médica
A Justiça determinou que Jorge Picciani receba perícia médica na Cadeia Pública de Benfica. Amigos e familiares estão preocupados com a saúde do emedebista, que retirou a bexiga e a próstata no ano passado para tratar um câncer. Picciani será analisado por uma junta nos próximos dias.

2º vice-presidente
Com a ausência de Jorge Picciani e a licença médica de Wagner Montes (PRB), que vai até 30 de março, a Alerj está sendo presidida por André Ceciliano (PT).

O DIA - COLUNA INFORME DO DIA

Fontes de Notícias :