SINDICATO DOS AUDITORES FISCAIS DA RECEITA ESTADUAL DO RIO DE JANEIRO

ÁREA RESTRITA

|

Presidente da Firjan defende o marco legal do gás natural

Sabe a nota chorosa que saiu aqui,ontem, de que esse novo marco legal do gás natural, em tramitação na Câmara, não prevê royalties aos estados produtores? Eduardo
Eugênio procura acalmar. “Com o gás a preço internacional e em grande volume, a economia bomba. Impostos outros irão compensar os royalties. E muito”. Tomara.
O presidente da Firjan estima em mais de R$ 80 bilhões os investimentos “que podem ser destravados com o novo marco.”
O tal marco mexe com interesses poderosos —diante da guerra de lobbies.

O GLOBO – COLUNA ANCELMO GOIS

Fontes de Notícias :