SINDICATO DOS AUDITORES FISCAIS DA RECEITA ESTADUAL DO RIO DE JANEIRO

ÁREA RESTRITA

|

Paralisação atrapalhou

Pelo calendário oficial, o crédito para todas as categorias do Executivo tem que ser feito até o 10º dia útil do mês seguinte ao trabalhado. Mas o governador Pezão já declarou que é preciso esperar o resultado da receita estadual no dia 11 (próxima segunda-feira) para confirmar a data.

Segundo Pezão, a maior preocupação é com as consequências do movimento dos caminhoneiros. "Vai afetar muito a arrecadação", disse. Conforme a Coluna informou na última quarta-feira, ao ser perguntado se há risco de atraso salarial, ele disse: "Vamos esperar".

A Fazenda informou que concentra todos os esforços para cumprir o calendário. Vale lembrar que, antes da paralisação que afetou o país - e o estado -, o secretário da pasta, Luiz Cláudio Gomes, assegurou que o Executivo pretendia antecipar para funcionários com menores salários, a exemplo do que foi feito no último mês. Os vencimentos de abril caíram na conta de mais de 200 mil ativos, aposentados e pensionistas que ganham até R$3 mil líquidos no 8º dia útil e o dos demais, no 10º dia útil.

O DIA - COLUNA DO SERVIDOR

Fontes de Notícias :