SINDICATO DOS AUDITORES FISCAIS DA RECEITA ESTADUAL DO RIO DE JANEIRO

ÁREA RESTRITA

|

Nova estrutura de cargos fica para a próxima semana

Ficou para a próxima semana a definição do novo modelo de organização de cargos comissionados do Estado do Rio. A intenção do governo era de que as regras saíssem até amanhã, mas a semana corrida em meio a posses de secretários adiou a medida. A mudança estrutural faz parte do corte de 30% de gastos já defendida pelo governador Wilson Witzel.

A orientação do governo a cada secretário será feita por decreto ou por circular encaminhada às pastas, como a Coluna informou ontem. A ideia, segundo fontes do Executivo, será unificar a estrutura, para que cada secretaria tenha servidores em funções similares. Mais detalhes serão fechados em reunião no dia 12: na ocasião, o secretário de Fazenda, Luiz Cláudio Rodrigues, apresentará propostas para serem implementadas.

O enxugamento de despesas tem duas etapas: a primeira é pela revisão de contratos com fornecedores e aluguéis. Os secretários deverão reduzir custos ao máximo. Já a segunda etapa se voltará aos servidores comissionados. E integrantes do governo afirmam que haverá mais exonerações pela frente.

Alguns secretários sinalizam ainda que, na prática, essa mudança poderá significar a extinção de funções. A ideia é que as secretarias tenham cargos iguais, formando assim uma nova estrutura padronizada.

O tom de austeridade do governo Witzel também foi ressaltado no discurso do governador, na última quarta-feira. Após a transmissão de cargo, pediu compreensão do Tribunal de Contas do Estado e da Justiça no que se refere ao cumprimento dos índices constitucionais (investimentos mínimos na Saúde e Educação), destacando o déficit orçamentário de R$ 8 bilhões do estado.

O DIA - COLUNA DO SERVIDOR

Fontes de Notícias :