SINDICATO DOS AUDITORES FISCAIS DA RECEITA ESTADUAL DO RIO DE JANEIRO

ÁREA RESTRITA

|

No Estado do Rio, 66% têm aposentadoria especial, diz Pezão

O colapso dos cofres fluminenses se deu à forte queda na arrecadação, principalmente, de royalties de petróleo, que são a fonte de receita do Rioprevidência. A Previdência, inclusive, é apontada como o Calcanhar de Aquiles do governo do Rio, que calcula déficit de R$ 12 bilhões este ano.

Com isso, os olhos se voltaram para as aposentadorias. E na apresentação das metas do Plano de Recuperação Fiscal do estado, na última quarta, o governador deu alguns números e pediu que a Previdência seja debatida.

Segundo o governo, mais da metade das aposentadorias são especiais.

"Se nós não discutirmos a Previdência, vai quebrar. Não é que a gente não queira pagar, vai quebrar. Não quero tirar direito adquirido de ninguém, mas tem que ser discutido. Não dá para 66% do funcionalismo receber aposentadoria especial. Sei que é um tema difícil, espinhoso... Mas esse tema o ministro (Fazenda) Henrique Meirelles e a presidência vão colocar em discussão. Hoje, nós gastamos mais com inativo do que com ativo", declarou.

Fontes de Notícias :