SINDICATO DOS AUDITORES FISCAIS DA RECEITA ESTADUAL DO RIO DE JANEIRO

ÁREA RESTRITA

|

Largados e ignorados no Rio

Tem candidatos à Câmara Federal e ao Senado ignorando a presença de aliados a cargos majoritários nos materiais de campanha impressos distribuídos nas ruas. No Rio, quem mais sofre com o problema são Geraldo Alckmin e Álvaro Dias, candidatos à Presidência pelo PSDB e Podemos, respectivamente.
Teoricamente, Alckmin teria dois palanques de candidatos ao governo pertencentes a partidos do Centrão: Eduardo Paes (DEM) e Indio da Costa (PSD). Alckmin descartou Indio. Resultado: o ex-governador de São Paulo não aparece na propaganda do PSD. Já Paes esnoba Alckmin. Consequentemente, candidatos do DEM e de outras siglas da aliança fazem o mesmo na publicidade.

Em branco
No Podemos, o candidato ao governo Romário e sua turma flertam com o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL). Ou seja: Álvaro Dias teve o nome e o número excluídos dos santinhos e panfletos do partido. O espaço está em branco.

Queixa ao PRB
Anthony Garotinho, que tenta o governo pelo PRP, é outro exemplo. Que o diga o PRB do prefeito do Rio, Marcelo Crivella, e da Igreja Universal. Garotinho resmungou sem sucesso nas redes sociais sobre o caso.

O DIA - COLUNA INFORME DO DIA - 14/09/2018

Fontes de Notícias :