SINDICATO DOS AUDITORES FISCAIS DA RECEITA ESTADUAL DO RIO DE JANEIRO

ÁREA RESTRITA

|

Governo do Rio só terá previsão sobre o 13º salário a partir do dia 20 de novembro

Com a entrada em vigor, nesta quinta-feira, da Lei de Refinanciamento (Refis) das dívidas sobre o ICMS, o governo do Estado acredita que, a partir do dia 20 de novembro, seja possível começar a ter uma previsão quanto ao pagamento do 13º salário de 2018. A indicação foi passada pelo secretário de Fazenda e Planejamento, Luiz Cláudio Lourenço Gomes, após a apresentação das regras para o recenseamento dos servidores estaduais.

Nos bastidores, integrantes do governo já informaram que o melhor dos cenários aponta para a quitação em parcela única antes do Natal. Para isso, o Estado conta com o aumento da arrecadação vinda de royalties do petróleo, além da receita prevista pelo Refis. O cálculo atual indica a necessidade de uma receita extra de, no mínimo, R$ 1 bilhão para bancar o 13º salário.

Hoje, o governo do Rio não possui dívidas quanto ao pagamento dos vencimentos dos servidores. Nos últimos três anos, o depósito do 13º foi feito com atrasos. A maior demora foi registrada na quitação do abono de 2016, que foi fechado somente em abril de 2018.

Fontes de Notícias :