SINDICATO DOS AUDITORES FISCAIS DA RECEITA ESTADUAL DO RIO DE JANEIRO

ÁREA RESTRITA

|

Estado tenta acelerar chegada de recursos

As negociações do governo estadual para acelerar a antecipação de receitas de royalties e participações especiais seguem, e a tentativa é de que os recursos estejam disponíveis ainda este mês. Todo dia há uma reunião para tratar do assunto, e o Executivo está contando com o dinheiro para quitar o restante do décimo terceiro de 2017.

Pelo plano de recuperação fiscal, o impacto líquido previsto com a operação é de até R$ 3 bilhões até 2020. E o valor líquido necessário para pagar a gratificação natalina é de R$1,1 bilhão.

Há 167.111 servidores ativos, aposentados e pensionistas aguardando o décimo terceiro. Até o momento, 202.757 pessoas que têm vencimentos líquidos de até R$ 3.458 já receberam o abono. Foram depositados, ao todo, R$ 400 milhões.

Agora, os trabalhos para antecipar os recursos de royalties ficarão sob o comando do novo secretário de Fazenda, Luiz Cláudio Fernandes Lourenço Gomes. Ele era subsecretário da pasta, quando Gustavo Barbosa estava à frente da secretaria.

Enquanto isso, o governo continua fazendo seus cálculos para garantir o pagamento de janeiro a todo o funcionalismo no décimo dia útil, que cairá em 16 de fevereiro.

Conforme a Coluna publicou em 31 de janeiro, os vencimentos serão quitados no prazo previsto em calendário oficial.

Nos bastidores, a informação é de que haverá receita suficiente para cobrir a folha inteira do Executivo, por conta da arrecadação do IPVA. E como a prioridade é o salário mensal, todos os recursos que entrarem terão essa finalidade.

Fontes de Notícias :