SINDICATO DOS AUDITORES FISCAIS DA RECEITA ESTADUAL DO RIO DE JANEIRO

ÁREA RESTRITA

|

Estado paga nesta segunda-feira salário atrasado de novembro até R$ 6.244

A espera pelo pagamento do salário atrasado de novembro se encerrará hoje para 55.136 servidores ativos, aposentados e pensionistas do Estado do Rio que têm vencimentos líquidos de até R$ 6.244. A Secretaria de Fazenda depositará nesta segunda-feira o que é devido a esse grupo. Segundo a pasta, com esses pagamentos, que somam R$ 200 milhões, a folha estará quitada para 96% do funcionalismo.

Vale lembrar que, de acordo com a Fazenda, os depósitos serão feitos ao longo do dia, e o dinheiro poderá cair na conta mesmo após o término do expediente bancário.

Enquanto isso, seguirão à espera dos vencimentos de novembro 15.927 vínculos. A expectativa é que novos depósitos sejam feitos de acordo com a entrada de recursos no caixa estadual.

E agora o governo tenta correr contra o tempo: já na próxima semana cairá o 10º dia útil, que é a data prevista no calendário oficial do estado para pagar o funcionalismo. Ou seja, os salários de dezembro têm que ser pagos no dia 15 (segunda-feira). Por isso, a intenção é de conseguir quitar o restante do salário de novembro esta semana, o que ainda não se pode ter garantia. Além disso, há pendências relativas ao 13º de 2017, metas e horas extras da área de Segurança.

Para zerar essas dívidas, o estado atua em algumas frentes. Além da arrecadação mensal, o governador Luiz Fernando Pezão aguarda a chegada de R$ 900 milhões referente ao empréstimo de R$ 2,9 bilhões contratado com o BNP Paribas.

Também leva-se em conta a antecipação de receita de royalties, cujo valor previsto é de R$ 3 bilhões (até 2020). A operação será feita no mercado externo, e ainda não há divulgação de informações sobre o assunto.

A data limite para os R$ 900 milhões chegarem é 14 de fevereiro. Isso porque os recursos podem ser depositados no caixa do Rio em até 60 dias a partir da publicação do contrato com o banco e o respectivo aval do presidente Michel Temer no DO da União.

 

 

Fontes de Notícias :