SINDICATO DOS AUDITORES FISCAIS DA RECEITA ESTADUAL DO RIO DE JANEIRO

ÁREA RESTRITA

|

Debandada nos governos

Primeiros a deixar seus cargos na prefeitura, Indio da Costa e Pedro Fernandes, que ocupavam as secretarias municipais de Urbanismo, Infraestrutura e Habitação e de Desenvolvimento Social, respectivamente, vão em busca de votos nas eleições. Enquanto Indio é pré-candidato ao governo estadual pelo PSD, Fernandes ainda não decidiu se também tentará ser governador ou se concorrerá à reeleição na Alerj, pelo MDB. O prazo para se descompatibilizar termina neste sábado. Até segunda-feira, os diários oficiais do município e do estado devem anunciar uma debandada de secretários.

Além do secretário de Transportes, Rubens Teixeira, na lista municipal podem aparecer nomes como o de Clarissa Garotinho (Desenvolvimento, Emprego e Inovação) e o de Jorge Felippe Neto (Conservação e Meio Ambiente). Se confirmadas todas as baixas, serão cinco num total de 11 secretários. Na lugar de Indio da Costa, ficou a subsecretária Verena Andreatta e, para a vaga de Fernandes, foi o pastor evangélico João Mendes de Jesus.

Nesta quinta-feira, no Diário Oficial do estado, saíram publicadas as exonerações de Christino Áureo, da Secretaria da Casa Civil e Desenvolvimento Econômico, e Jair Bittencourt, da pasta de Agricultura, Pecuária, Pesca e Abastecimento. O primeiro, que é pré-candidato a deputado federal pelo Progressista, será substituído interinamente pelo procurador estadual Sérgio Pimentel Borges da Cunha. Para a vaga de Jair, ainda não foi anunciado o substituto.

— Hoje (quinta-feira) mesmo reassumi meu terceiro mandato na Alerj — afirmou Christino Áureo.

Nesta sexta-feira, Átila Alexandre Nunes sai da Secretaria estadual de Direitos Humanos e Políticas para Mulheres e Idosos. Apesar de ainda não ter acertado sua candidatura a deputado federal pelo MDB, ele diz que preferiu deixar o cargo dentro do prazo.

— A ideia (da candidatura) ainda está sendo amadurecida, mas é bem real. Por isso deixo a secretaria nesta sexta-feira, para que não tenha nenhum tipo de problema futuro, para não inviabilizar a candidatura — disse Átila, que até a noite desta quinta-feira cumpria agenda com secretário.

Nos bastidores, há indícios de que pelo menos mais dois secretários estaduais tentarão se eleger em outubro: Thiago Pampolha (Esporte, Lazer e Juventude) e Luiz Antonio Teixeira (Saúde).

O GLOBO - 06/04/2018

Fontes de Notícias :