SINDICATO DOS AUDITORES FISCAIS DA RECEITA ESTADUAL DO RIO DE JANEIRO

ÁREA RESTRITA

|

Ação popular pede a revogação da nomeação de André Moura

Se a Justiça aceitar os argumentos do fiscal da Secretaria municipal de Fazenda Fernando Lyra Reis, o governador Wilson Witzel (PSC) pode perder a sua principal peça política na disputa contra o pedido de impeachment que corre na Assembleia Legislativa

Lyra protocolou, na madrugada desta quarta-feira (29), uma ação popular contra a nomeação do supersecretário da Casa Civil e de Governo, o ex-deputado federal André Moura.

O fiscal — que foi o autor da denúncia que originou o processo de impeachment a que o prefeito Marcelo Crivella (Republicanos) respondeu na Câmara do Rio — alegou que Moura foi condenado pelo Tribunal de Justiça de Sergipe, já em segunda instância, por improbidade administrativa.

Segundo Lyra é vedada a nomeação de pessoas que se encontram em condições de inelegibilidade para o cargo de secretário de estado.

A assessoria jurídica de André Moura afirma que o secretário da Casa Civil "não possui qualquer condenação que o impeça de exercer suas funções públicas e seus direitos políticos, fato comprovado por certidão negativa do Conselho Nacional de Justiça".

EXTRA- COLUNA BERENICE SEARA

Fontes de Notícias :