SINDICATO DOS AUDITORES FISCAIS DA RECEITA ESTADUAL DO RIO DE JANEIRO

ÁREA RESTRITA

|

'Estado é seguro para investidor'

Secretário de Fazenda, Joaquim Levy diz que o governo usará dinheiro de novos empréstimos para investir, principalmente, em saneamento, meio ambiente e nos trens. Nesta entrevista, feita por e-mail, Levy afirma que a concessão do grau de investimento para o Rio facilitará a vinda de projetos.

- Uma agência Internacional deu ao Estado o grau de Investimento. O que representa isso?
- Significa que o Estado foi considerado tão seguro para investimentos quanto empresas como a Vale ou a Petrobras.

-Que vantagens esta classificação trará?
-Isso facilitará parcerias para novos investimentos. O governo Cabral criou um novo padrão de relacionamento com fornecedores e investidores, o que faz toda a diferença para empresas, profissionais e eventos vierem para o Rio. O grau de investimento é uma garantia de que toda a preparação para a Olimpíada vai se dar sem risco fiscal e com toda a transparência.

- O Estado será autorizado a contrair empréstimos de cerca de R$ 5 bilhões. Onde será aplicado o dinheiro?
- O dinheiro vai especialmente para o saneamento, meio ambiente e transportes ferroviários. Além disso, há previsão de reforçarmos os R$ 600 milhões que o DER vem usando para melhorar estradas do interior.

- Mas há o risco de perdermos boa parte dos royalties. Como o senhor encara esta ameaça?
- Se continuarmos mobilizados, o risco de um desastre irresponsável diminui. Nos campos já licitados ou em operação não se pode mexer em nada. No pré-sal não licitado a gente pode fazer concessões, desde que se respeite a segurança fiscal do Rio.

05/04/2010

 

 

 

 

 

 

 

Fontes de Notícias :