SINDICATO DOS AUDITORES FISCAIS DA RECEITA ESTADUAL DO RIO DE JANEIRO

ÁREA RESTRITA

|

Cabral reúne 79 prefeitos para cobrar apoio a Picciani e Lindberg

Anfitrião do almoço a portas fechadas ontem com 79 prefeitos para cobrar apoio às candidaturas de Jorge Picciani (PMDB) e Lindberg Farias (PT) ao Senado, o governador Sérgio Cabral (PMDB) evitou polêmicas. Coube ao seu vice, Luiz Fernando Pezão (PMDB), a tarefa de atacar Cesar Maia (DEM) e Marcelo Crivella (PRB), principais adversários dos candidatos da coligação governista.

O encontro começou com discurso de Cabral, que convocou os prefeitos e 10 representantes de outras cidades presentes a sair às ruas pedindo votos para Lindberg e Picciani. Cabral, entretanto, não quis citar os nomes de Crivella e Cesar Maia.

“Não vou perder meu tempo falando mal dos outros”, afirmou, antes de chamar a dupla Picciani e Lindberg para o palco montado em galpão nos fundos de seu comitê, em Jacarepaguá. O senador Francisco Dornelles (PP) também foi chamado.

Pezão, porém, não perdeu a chance de alfinetar os adversários. Ele criticou a saída de Cesar Maia da presidência de honra da Associação dos Prefeitos dos Municípios do Estado do Rio (Apremerj), após a eleição de 2000, e falou em “dar o troco”.

“Ele não pode andar pelas cidades e a gente achar isso normal. Em São Fidélis, estava ele lá sozinho pela rua batendo cabeça. Essa é a resposta que a gente tem que dar. Voto a gente tem que lembrar que a gente não pode deixar ele ter”, disse Pezão, ao lado de Vicente Guedes, prefeito cassado de Valença, no Sul Fluminense, que hoje preside a Apremerj. Em resposta, Cesar disse que Pezão parece não ter memória, “mas eleição é assim: uma besteira atrás da outra”.

O vice-governador ainda provocou Crivella. “O Crivella eu respeito. Mas muitos prefeitos falaram que ele só ligava para a cidade para pedir ônibus para levar para eventos dele. Depois de oito anos como senador, ele não tem nenhum partido na sua coligação”, lembrou.
Mas as provocações não fizeram Riverton Mussi (PMDB), prefeito de Macaé, mudar de ideia. Ele é um dos prefeitos que aparece no site de Crivella elogiando o senador e não esconde: apoia Picciani e Crivella. Vinícius Farah (PMDB), prefeito de Três Rios também aparece na página, mas afirmou que vai entrar com ação na Justiça pedindo a retirada de seu nome.

Gabeira: mais corpo a corpo
Candidato ao governo do estado pelo PV, Fernando Gabeira fez ontem um corpo a corpo em Queimados. No fim da tarde, o deputado federal foi a Niterói, onde caminhou com eleitores e voluntários de sua campanha por Icaraí.
“Vamos intensificar, nesses últimos 10 dias de campanha, o contato com as pessoas nas ruas, o corpo a corpo. Acreditamos no segundo turno”, disse Gabeira, que não se deixa abater pelas pesquisas que indicam a reeleição do governador Sérgio Cabral ainda no primeiro turno.

24/09/2010

 

Fontes de Notícias :