SINDICATO DOS AUDITORES FISCAIS DA RECEITA ESTADUAL DO RIO DE JANEIRO

ÁREA RESTRITA

|

Barreira Fiscal multa mais 1.057 veículos em operação

A Operação Barreira Fiscal encerrou julho com R$ 12.140.311,69 em multas por sonegação de impostos. A vistoria é realizada em 14 pontos de fiscalização - oito fixos e seis volantes - para fiscalizar todos os acessos ao Estado do Rio a fim de impedir que mercadorias entrem sem pagar os devidos impostos, além de coibir a circulação de produtos ilegais, como armas e drogas.
Dos 250.277 veículos de transportes de carga abordados no mês passado, 1.057 receberam autos de infração.

Outros 1.821 que tentaram fugir das blitzes foram seguidos por agentes das equipes móveis, interceptados e submetidos a todo o procedimento de fiscalização. Os agentes retiveram 18.834 veículos, que passaram por um pente fino e tiveram suas cargas abertas para verificação.
"Está cada vez mais forte a fiscalização em nossas barreiras fiscais e o número de autuações têm diminuído nos últimos meses. Isso mostra que o contribuinte não estava habituado com uma fiscalização de mercadorias em trânsito como temos agora", explicou o coordenador-geral da Operação Barreira Fiscal, Reynaldo Braga.

Nos seis primeiros meses de ação (de fevereiro a junho), foram aplicados 14.529 autos de infração, totalizando cerca de R$ 96 milhões em multas por sonegação de impostos.
Do total, 208 pessoas foram detidas por corrupção ativa, porte de armas, desacato, porte de drogas, crime ambiental, receptação, contrabando e transporte de mercadorias pirateadas. Dessas, 56 foram detidas apenas no mês de julho.

A arrecadação estadual média, atualmente, é de R$ 1,5 bilhão por ano. Com a operação, a perspectiva é que passem a entrar nos cofres públicos cerca de R$ 600 milhões a mais por ano. A Barreira Fiscal é 24 horas, de domingo a domingo e conta com 123 fiscais de renda, 193 policiais militares, 145 agentes da Secretaria de Estado de Governo, 50 agentes fazendários, além contar com o apoio da Receita Federal e de funcionários do Procon-RJ. Eles atuam nas divisas do Rio com os estados de Minais Gerais, São Paulo e Espírito Santo.

13/08/2010

 

Fontes de Notícias :